Amazon retira do site livro eletrônico que ensina pedofilia “mais segura”

Amazon... que mancada,viu?

O que muitas pessoas não entendem é que existe grande diferença entre a LIBERDADE DE EXPRESSÃO e a LIBERTINAGEM DE EXPRESSÃO, principalmente quando esta última faz apologia ao crime. O crime nesse caso é de pedofilia.

Um livro eletrônico que funciona como guia para a prática segura da pedofilia estava à venda no portal Amazon.com, que se recusou a retirá-lo do mercado até ontem, apesar das fortes críticas, informadas a publicação online TechCrunch. “The Pedophile’s Guide to Love and Pleasure” (O Guia do Pedófilo, para o Amor e o Prazer, em tradução livre) propõe-se, nas palavras do seu autor, Phillip R. Greaves II, “estabelecer certas regras para os adultos” visando que “as situações de pedofilia sejam mais seguras”.

Na descrição da sua obra, Greaves diz esperar que os pedófilos que sigam as suas instruções sejam “menos odiados e, talvez, recebam sentenças leves se alguma vez forem apanhados”. O título, que estava apenas disponível no formato electrónico para os leitores digitais Kindle, da Amazon, era vendido por 7,81 dólares (5,6 euros).

Apesar de ter sido posto à venda há cerca de duas semanas, o guia para pedófilos já foi objeto de centenas de comentários por parte dos utilizadores do portal  que classificaram-no como “a coisa mais desprezível já vista”.

Muitas das críticas foram dirigidas diretamente a Amazon.com, por publicar e distribuir a obra: segundo os leitores ato “vergonhoso, muito decepcionante e desagradável”. A Amazon.com não se pronunciou oficialmente sobre o caso, mas antes de retirar a obra do site, respondeu a um dos seus utilizadores que “apoia o direito de cada pessoa fazer as suas próprias escolhas de compras” e que “é censura não vender certos títulos” só por acreditar que “a sua mensagem é questionável”. O guia pedófilo estava assinado em nome de Phillip R. Greaves II, que se define como um estudioso de religião, política e sexo e que afirma ter tido a sua primeira relação sexual aos 7 anos.

A Amazon cometeu um crime de apologia a pedofilia, pois isso não se trata de liberdade de expressão, mas de promoção de um tipo de crime considerado hediondo em vários países do mundo. Um absurdo que mancha por muito tempo a imagem da empresa e a atrela ao desrespeito ao seu consumidor. O tal autor é um doente e precisa de tratamento, quiçá preso para averiguações, pois deve ser um pedófilo também.

Deixem nossas crianças em paz! Amazon… que mancada,viu?

3 comments on “Amazon retira do site livro eletrônico que ensina pedofilia “mais segura”
  1. fabricio disse:

    Meu Deus!! Quer dizer que agora não podemos censurar nada? Todos tem o direito de comprar o que quiser, está certo. O que está errado é permitir que sequer imprimam um livro como esse, muito mais vendê-lo. Então daqui a pouco existirão livros (se já não tem): “Aprenda a roubar em 14 dias”, “Seja o mestre do estupro em 7 dias”. Cada dia me surpreendo mais com esse mundo.É assim que o mundo vai ficando pior, nada mais tem valor, você pode fazer de tudo que ninguém te impede, pode roubar, matar, estuprar, esquartejar que ninguém vai te encostar a mão pois temos direitos humanos né? E temos também a censura né (que não funciona).Puta merda amazon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.