Cuidado com amortecedores recondicionados!

Preços mais atraentes podem desviar a atenção do motorista para os perigos de adquirir amortecedores recondicionados. Encontrados facilmente no mercado, esses equipamentos nada mais são do que produtos originais desgastados que passam por uma espécie de reforma. No processo, alguns itens já comprometidos são substituídos por peças usadas e até mesmo inadequadas para aquele modelo de veículo, fato que agrava os riscos de perda de estabilidade, trepidações, aumento da distância de frenagem, ruídos, aquaplanagem e desgaste prematuro dos pneus. O alerta é da Monroe, líder mundial no desenvolvimento e fabricação de amortecedores.

Em alguns casos, no processo de recondicionamento é utilizado um tipo de óleo não especificado para amortecedores, fazendo com que o equipamento apresente um aumento na carga de amortecimento. “Esse procedimento causa grandes variações no desempenho de todo o sistema de suspensão”, adverte Nilton Tadeu Durães, gerente de Engenharia de Produto e Treinamento da Monroe.

Os amortecedores são os responsáveis pelo bom funcionamento da suspensão, mantêm o contato permanente dos pneus com o solo, proporcionando estabilidade, boa dirigibilidade e conforto nas mais diversas condições de pista. Por ser um dos principais itens de segurança automotiva, quando desgastados podem oferecer riscos a motoristas e passageiros, e ainda comprometer a estrutura do automóvel.

Dicas para a troca de amortecedores
Amortecedores são peças de desgaste e devem ser substituídos por produtos novos e devidamente especificados para cada modelo de veículo. As condições de pista e a forma de condução do veículo podem influenciar na vida útil dos amortecedores. Por isso, a Monroe recomenda revisões anuais, ou a cada 10.000 quilômetros, o que ocorrer primeiro.

Ao realizar a troca, uma forma de evitar produtos recondicionados é procurando por estabelecimentos autorizados pelas fabricantes. No caso da Monroe, os amortecedores possuem embalagens padronizadas, contendo descrição de aplicação e certificado de garantia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.