Escape dimensionado instalado! A moto está bebendo horrores? Veja esta dica.

Escape dimensionado instalado! A moto está bebendo horrores? Veja esta dica.
1463662_603005249766619_1026476528_n

Escape instalado na 883 alterou o consumo de combustível. O que fazer?

 

Instalar um sistema de escape de desempenho é apenas parte do processo de melhoria de desempenho de uma moto seja ela custom ou race. Para fazer com que o novo escapamento não trabalhe em desalinho com o motor você precisa de gestão de combustível. Testamos o Fuelpak numa Harley 883.

Instalado na  H-D 883 Sportster. Melhor desempenho e resposta com um consumo aceitável.

Instalado na H-D 883 Sportster. Melhor desempenho e resposta com um consumo aceitável.

Normalmente escapamentos mais abertos ou alterados, diferentes do projeto original, acabam por fazer com que a moto trabalhe mais solta, mais desalinhada e assim que consuma mais. A grande maioria reclama que depois de instalado um novo escapamento o consumo da moto foi às alturas. Mas ter um ronco bonito na moto e um melhor desempenho não pode custar uma fortuna em combustível, principalmente no preço que a nossa gasolina está.

Instalação tipo engate rápido. Sem cortes ou gambiarras.

Instalação tipo engate rápido. Sem cortes ou gambiarras.

O seu sistema de injeção de combustível vem equipado de fábrica com um ECU (Unidade de Controle Eletrônico) e está programado para fornecer combustível para o motor com base em uma proporção ar/combustível dimensionados para filtro de ar e sistema de escape pré-definidos no projeto de fábrica. O ECU pode se auto ajustar em razão de fatores ambientais, tais como temperatura e altitude, mas não conseguirá ajustar-se após alterações mecânicas, como, por exemplo, a inclusão de peças de alto desempenho. O escapamento dimensionado é uma delas.

Quando você instala um escape diferente do que veio na configuração original, o fluxo de ar muda e assim irá precisar também de um sistema de gestão de combustível que se ajusta à nova razão ar/combustível para que possa se equalizar com as alterações. Este sistema de gestão de combustível ajuda a realizar uma combinação perfeita com o sistema de exaustão .

O sistema vem com vários mapas de mapas de injeção de combustível com foco nas marcas mais populares.

O sistema vem com vários mapas de mapas de injeção de combustível com foco nas marcas mais populares.

Como mostra a ilustração, o a proporção de ar/combustível é magra, no entanto, quando você instala um escape dimensionado e ocorrem as alterações nessa mistura, ela torna-se ainda mais pobre por conta da falta de equalização do sistema de fábrica com o novo elemento instalado. A linha pontilhada branca reflete a proporção da mistura de ar/combustível da linha de base e onde deve ser para melhor resposta do acelerador. Ao contrário de outros sistemas de gestão de combustível, onde você só pode adicionar combustível, este sistema desenvolvido pela Fuelpak injeta e tira combustível, permitindo uma gama mais precisa de refinamento na sua proporção ar/combustível. O sistema vem com vários mapas de mapas de injeção com foco nas marcas mais populares.

Fácil de instalar o Fulpak é basicamente uma divertida ação de montagem, sem cortes ou gambiarras. Com a ignição ligada, digite os valores para o seu mapa específico diretamente no Fuelpak e calibre o TPS (sensor de posição do acelerador). Ao final desligue a ignição, feche a tampa e você está pronto para rodar.

Veja o vídeo:


A gente percebe ao instalar que ele foi concebido para ser montado e usado da forma mais simples possível.  O sistema conecta-se diretamente ao chicote de fábrica e a ECU usando uma conexão de engate rápido e conectores estilo OEM para ficar bem presa à sua moto. Além do mais ele é bem discreto e se adéqua facilmente na moto. O interessante é perceber o quanto a resposta do acelerador melhora sem interferir no consumo de combustível.

No sistema testado na H-D 883 Sportster, a autonomia ficou em 160km quando acendeu a luz da reserva. Um resultado muito bom tomando como base todas as alterações de escapamento, pneus e aros de outra moto, no caso, rodas de uma H-D Fat Boy.

Você poderá, a qualquer tempo, remover o equipamento da moto e recolocar o escape original que a ECU (vinda de fábrica) fará o restante, trazendo a moto para as configurações originais de fábrica. Não há a necessidade de utilizar notebooks e muito menos de se utilizar um dinamômetro. É instalar, apertar alguns botões na sequência mapeada para a sua moto (fornecida no site do fabricante) e pegar a estrada. A sensação é uma aceleração bem mais gostosa e respostas bem melhores e mais rápidas sem aumentar o consumo de combustível de forma exorbitante, como deveria acontecer.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.