Minas pagou R$ 122 milhões de indenizações por acidentes de trânsito em 2010

Motos na liderança.

Os acidentes em Minas Gerais provocados por motos, que causaram algum tipo de invalidez às vítimas aumentaram 66% em 2010. De janeiro até outubro 5.793 pessoas dividiram R$ 35,9 milhões em indenizações por sequelas causadas pelas motocicletas. Estudo realizado pela Seguradora Líder, que administra o pagamento do Seguro Obrigatório usado para indenizar vítimas de acidentes de trânsito, aponta que dos R$ 122 milhões que vieram para o Estado, 46% foram causados pelas motos, totalizando R$ 56,4 milhões, incluindo mortes, além da invalidez.

Segundo a assessoria de imprensa da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, 136 pessoas deram entrada no Hospital de Clínicas da UFTM por moto, sendo 131 no PS Adulto e 5 no PS Pediátrico, até outubro de 2010. No geral, no PS Adulto do HC da UFTM foram 289 atendimentos a vítimas de acidentes com veículos. Somente atropelamento foram 69, sendo 39 atendimentos por automóvel, 3 de bicicleta, 23 de moto e 4 por outros veículos. Também foram atendidos 127 pacientes vítimas de colisões, sendo 40 de automóvel, 10 de bicicleta, 73 motos e 4 por outros veículos. Por outras causas foram 37 atendimentos envolvendo carros, 13 bicicleta, 35 moto e 8 por outros veículos. No primeiro atendimento foram 5 vítimas fatais, 149 ficaram em estado grave e 135 estado leve. Em 2009 foram atendidos 404 adultos e 104 crianças.
Já no PS Pediátrico foram 53 atendimentos com vítimas de acidente de trânsito. De atropelamento, foram feitos 21 atendimentos, sendo 13 com carros, 2 de bicicleta, 3 com moto e 3 por outros veículos. Após colisões, 21 pessoas foram atendidas, sendo 16 com carro, 3 por bicicleta, 1 moto e 1 por outro veículo. Por outras causas 2 crianças foram atingidas após acidente com carro, 5 com bicicleta, 1 por motocicleta e 3 por outros motivos. Chegaram em estado grave 28 crianças e 25 escoriações leves.

Motos na liderança!

As motocicletas representam uma frota bem menor em relação ao total de veículos do país, 25,9%. Entretanto, elas foram responsáveis por 52,5% do valor total das indenizações pagas e 60,6% das quantias pagas. De janeiro a setembro de 2009, o percentual no Estado de pessoas indenizadas por acidentes causados pelas motos foi de 52%, e em 2010, no mesmo período, este índice foi de 56%. Uberaba conta atualmente com 34.421 motos cadastradas e 120.862 outros veículos, entre carros, caminhões, ônibus. A frota total de veículos em Uberaba e de 155.283 veículos. (MGS)

Enquanto não agirem com foco na fiscalização, educação de trânsito, pilotagem segura e equipamentos de segurança os números serão ainda maiores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.