Não dessa vez: Twitter diz não ao Google e ao Facebook

A revista Fortune divulgou nessa quinta-feira, 14, que o Twitter rejeitou oferta de US$ 10 bilhões feita pelo Google, em setembro de 2010, e outra de 2 bilhões de dólares vinda do Facebook no mesmo período. Segundo a revista, até a Microsoft demonstrou interesse, porém não apresentou propostas.

“Desde que o Twitter foi inventado, gigantes da internet vêm tentando comprá-lo, por acreditarem que ele é um serviço de mídia social com o potencial de competir com o Facebook”, escreveu a jornalistaJessi Hempel. “A Microsoft nunca fez uma proposta, de acordo com fontes, mas o Facebook teria oferecido US$ 2 bilhões pelo Twitter e o Google, de longe o mais interessado, chegou a oferecer até US$ 10 bilhões.”

A reportagem “Trouble @ Twitter” (problema no Twitter)” resume o momento da rede social e indica problemas como a troca constante de presidentes: em menos de três anos, três executivos comandaram a empresa. O cofundador Jack Dorsey foi substituído pelo também cofundador Evan Williams, que foi trocado por Dick Costolo, diretor de operações. Essas trocas e possíveis desentendimentos dos cofundadores podem ter interferido em bons resultados a partir de sua base de engenheiros, anunciantes ávidos de publicidade e usuários leais.

Em março, o Twitter completou cinco anos e no ano passado faturou apenas US$ 45 com publicidade.

As informações são do Estado de São Paulo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.