Sabe aquela placa usada? Ela pode ajudar a descobrir a cura do Alzheimer!

Sabe aquela placa velha? As memórias que não te servem mais ? E aquele gabinete que caiu de moda que muita gente tem guardado no guarda-roupa e nem usa? Você sabia que essas peças podem ajudar na cura de doenças  degenerativas como o alguns tipos de câncer, Alzheimer, Parkinson? Sim! Quem já não ouviu falar do Mal de Alzheimer? Quantos avôs e avós, tios e tias, pais e mães e até irmãos ou amigos você soube que tem este tipo de problema em algum estágio de evolução? Pois é, diferentemente do câncer e do Mal de Parkinson, o Alzheimer não tem cura, quase nenhum paliativo e nem freio.

[filmstrip size=large id=2336|2337|2338|2343|2346 desc='Alzheimer|Danos ao cérebro|Um mal da modernidade|Sabe aquela placa velha?|O mundo processando a cura']

O Mal de Alzheimer é considerado uma doença da modernidade; segundo o Wikipédia até o momento é incurável e terminal. Esta doença foi descrita pela primeira vez em 1906 pelo psiquiatra alemão Alois Alzheimer , de quem herdou o nome. Esta doença afeta geralmente pessoas acima dos 65 anos, embora seu diagnóstico seja possível também em pessoas mais novas. Em 2006, o número de portadores de Alzheimer diagnosticados era de cerca de 15 milhões de pessoas no mundo inteiro.

No Brasil: cerca de 1 milhão de pessoas sofrem de Alzheimer.  Na França, estima-se que 860.000 pessoas sofrem de Alzheimer.  Nos EUA (cerca de 5 vezes mais populoso que a França): 4,5 milhões de pessoas sofrem de Alzheimer. Estima-se que após os 65 anos, entre 1% e 6% da população sofra de Alzheimer. Após os 85 anos, estima-se que de 10% a 30% das pessoas são afetadas pelo problema.

O sintoma mais comum é a perda de memória. Muitas vezes os primeiros sintomas são confundidos com problemas de idade ou de estresse. Com o avançar da doença vão aparecendo novos sintomas como confusão, irritabilidade e agressividade, alterações de humor, falhas na linguagem, perda de memória em longo prazo e o paciente começa a desligar-se da realidade. Quase virando um autista. As suas funções motoras começam a perder-se e o paciente acaba por definhar e morrer. Menos de três por cento dos diagnosticados vivem mais de 40 anos depois do diagnóstico.

Em 2009, cientistas do Reino Unido e França anunciaram a descoberta de três genes [clusterina (ou CLU), PICALM e CR1] que poderiam reduzir em até 20% seus índices de incidência na população.

Mas o que tem a ver o Alzheimer com peças velhas de computador? -TUDO!

Existe um projeto chamado [email protected] que é desenvolvido pela Universidade de Stanford, uma das universidades mais importantes e respeitadas nos Estados Unidos e no mundo. O [email protected] é um projeto de computação distribuída. Trocando em miúdos é unir o processamento de milhares de máquinas em todo o mundo para o bem comum. No caso aqui, a pesquisa sobre o Mal de Alzheimer.

Quando você instala o cliente do [email protected] no seu PC, ele usa todo o poder de processamento da sua máquina – seja da CPU ou da GPU. Ao terminar de dobrar a proteína, o resultado é enviado via internet para a Universidade de Stanford.

[photoframe folder=wp-content/blogs.dir/33/files/alz-87280110 filename='5.jpg' size=small desc='Proteínas' align=center]

Eu serei um pesquisador assistente?

Indiretamente, sim! Pois você terá a função de rodar um teste dentre vários que precisam ser feitos para a descoberta da cura desse e de outros males. Imagine saber que foi no seu computador que rodou o teste que acabou na descoberta da cura? Agora imagine milhares de pessoas ao redor do mundo dobrando proteínas no seu PC e enviando para os cientistas do projeto analisarem? Emocionante, não?

“A união faz a força” é o ideal do projeto, pois juntando o poder de milhares de computadores pessoais, espalhados pelo mundo inteiro, acaba-se gerando um poder de processamento gigantesco, atualmente na casa dos 6,7 Petaflops, com mais de 438.000 processadores ativos e um total de 1.364.340 doadores ativos. Ou seja, o [email protected] é o maior e mais importante projeto de computação distribuída no mundo. Essa capacidade de processamento ultrapassa qualquer supercomputador existente no mundo. Portanto, o [email protected] é o supercomputador mais poderoso do mundo formado pela união de milhares de participantes no mundo todo. Assim temos um poder computacional gigantesco.E o mais incrível: roda pela internet.

Além de números incríveis, o prestígio do projeto pode ser visto através de várias empresas importantes que o apoiam: Google, Intel, Nvidia, AMD, Dell, Apple e Sony são as principais. O FÓRUMPCs tem o seu time de guerreiros, na grande maioria garotos que entenderam a real necessidade de aproveitar pedaços de máquinas usadas para uma bela causa.

No FÓRUMPCs o projeto nasceu sob o nome Frank Farm. A ideia de reunir várias peças usadas sem utilidade veio do Fernando_Celio e a criação do nome “Frank Farm” ao colega Fu7ur3. Frank Farm foi um apelido dado pelos membros do Time. A ideia foi reunir peças usadas, que ficaram esquecidas e que estavam sem utilidade. Por isso o apelido “Frank”, por utilizar peças de vários doadores.  Como o PC Farm necessita de bastante dinheiro pra entrar em funcionamento, seria mais rápido e prático colocar em ação a ideia do Frank Farm, que traria resultados concretos mais rapidamente. Mas o começo foi duro e as dificuldades impediam de muitos participarem. Mas os guerreiros do Frank Farm não desistiram e, em uma clara demonstração de voluntarismo, conseguiram colocar o projeto no ar e hoje este time está entre os melhores do mundo, ocupando a 45º posição no ranking mundial acima até de gente grande, tais como , os times da Russia, Vietnã, Portugal, China e à frente de times de importantes marcas e sites famosos, como o time da HP, do Ubuntu, do Gentoo, do LegitReviews, Guru3D, AMD Zone e Tom´s Hardware. Também somos o primeiro no ranking entre times que falam a língua portuguesa, ficando à frente de Portugal .

A pontuação é de dar orgulho a qualquer brasileiro. Esses guerreiros conseguiram levar o Time [email protected] FÓRUMPCs a incrível marca dos 313 milhões de pontos, sendo hoje o maior Time do Brasil. Mas nós queremos mais! Queremos você na equipe, seja ajudando com doações ou sendo um “farmer”. Não importa. Queremos e vamos conseguir chegar a posição de número 30 e, se assim o Grande Arquiteto do Universo nos permitir, sermos da elite que ajudará a encontrar mais rapidamente a cura de doenças que destroem a vida de pessoas que tanto queremos bem. Pretensão? Não! Não dependemos em nada de nenhum outro país, apenas de nós brasileiros.

[photoframe folder=wp-content/blogs.dir/33/files/alz-87280110 filename='tcert.jpg' size=large desc='tcert' align=center]

Depois que você entendeu que PC Farm é um computador voltado exclusivamente para uma tarefa, qual seja trabalhar no Projeto [email protected], conheça o que é o maior do mundo. O mais conhecido é o Atlas Folding, o maior Farm caseiro do mundo e que possui nada menos que 23 Geforce´s GTX295, 32 Geforce´s 9800GX2 e 14 processadores AMD Phenom dual e quadcore. As GTX295 produzem uma pótência estimada em 41.124 TeraFLOPS e as 9800GX2, 36.864 TeraFLOPS, num total impressionante de 77.988 TeraFLOPS. Apesar de ser um número gigantesco, não nos amedronta. Aqui temos usuários de sobra que poderiam facilmente entrar no projeto e em pouco tempo passar essa marca. É só querer; é só dedicar uma máquina a isso.

[filmstrip size=small id=2335|2340|2342|2344|2345|2347 desc='Proteinas|Atlas Fold|Folding|Certificação|Um Farm|Nossos pontos']

Não lhe custará grande coisa, nem mesmo muito tempo; pois a máquina faz o trabalho sozinha. Posso afirmar que não custará nada diante da honrosa causa a que essa máquina servirá. Basta que envie peças de computador usadas para a equipe do [email protected] – Frank Farm. Semanalmente você acompanhará aqui no FÓRUMPCso nosso crescimento e desempenho a nível mundial. Sua doação será destacada aqui na forma de agradecimento público por ajudar a ciência a descobrir a cura para doenças degenerativas que assolam milhões de pessoas em todo o mundo.

Uma máquina usada, feita de peças que não lhe servem mais, que não funcionam mais será ressuscitada nas mãos dos guerreiros do [email protected] – Frank Farm para ajudar na descoberta de doenças até então incuráveis. Ajudar o Projeto [email protected] e o Time FÓRUMPCs não é apenas uma forma de contribuir com uma nobre causa, mas é também uma forma de levar o nome do nosso país ao lugar mais alto possível. E nós somos capazes!

[photoframe folder=wp-content/blogs.dir/33/files/alz-87280110 filename='farm.jpg' size=large desc='Um Farm' align=center]

E se eu quiser meter a mão na massa? – Simples!

Existem basicamente duas maneiras de contribuir com o projeto colocando a mão na massa. A primeira opção é composta pelos “hard users”, aqueles que montam super-máquinas e deixam o PC rodando tudo por 24 horas e 7 dias na semana. A opção dois é destinada aos colaboradores ocasionais que instalam os clientes mais simples e o rodam ocasionalmente.

Mas eu só quero doar uma placa… Pode? – CLARO!

Depende do seu tempo e disponibilidade. Cabe a você escolher. Você também pode participar com doações de peças. Para isso envie email para Luis Sucupira. Eu vou receber a sua mensagem de doação e contatar a equipe do [email protected] – Time FÓRUMPCs e definir onde essa peça será melhor aproveitada. Você receberá um email informando para onde deve encaminhar. Basta isso, caso não tenha tempo para participar montando uma máquina ou usando parte da sua para processamento.

Caso alguém queira aprender a configurar os clientes a equipe do FÓRUMPCs dará todo o suporte possível. Teremos o maior prazer em ajudar!!! Para saber mais sobre o Projeto [email protected] e o Time FÓRUMPCs, visite ESTE TÓPICO.

Agradecimentos a todos os guerreiros  do time que colaboraram, seja com dinheiro, com peças, com ideias, logística. Repito que a conclusão e andamento desse projeto tão ambicioso é uma grande vitória. Eu costumo dizer que não tenho tempo, e realmente eu não tenho. Mas quando se trata de salvar uma vida eu arranjo tempo! Por isso eu também abracei esta causa e quero você aqui com a gente ajudando a descobrir a cura para essas e outras doenças usando PCs velhos.

Nós queremos fazer mais: queremos você com a gente!

Colaboração e revisão – Daniel Figueiredo (Barba_Ruiva)

Agradecimento especial – Guerreiros do Time FÓRUMPCs.

4 comments on “Sabe aquela placa usada? Ela pode ajudar a descobrir a cura do Alzheimer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.