Se te chamam de comunista, saiba que você pode não ser.

Se te chamam de comunista, saiba que você pode não ser.

Todo mundo que é contra o nacional-patriotismo brasileiro é taxado de comunista. Até a história passou a ser comunista. Na realidade as redes sociais tocam o samba do crioulo doido que mais confunde que explica. É um festival de mentiras. Vou tentar resumir.

As principais características do comunismo são: (1) a abolição da propriedade privada; (2) a eliminação da sociedade de classes, ricos e pobres, todos serão iguais; (3) eliminação da família tradicional.

Hoje qualquer pessoa que defenda direitos iguais, programas de redução da pobreza e o direito livre de amar (LGBTS) serão de esquerda, portanto, comunistas. Então você me pergunta: Existe essa ameaça comunista que tanto pregam na internet? Não. Principalmente no Brasil. No mundo, o comunismo, na sua plenitude, nunca deu certo e nem dará. Tudo isso é fruto de um movimento conspiratório da direita baseada em um documento que nunca existiu chamado Marxismo Cultural, atribuído a Marx, argumentado por Gramsci, porém criado por Hegel. Nele se cria todo tipo de terror que provoca o ódio e alimenta toda essa desavença entre coxinhas x mortadelas ou manifestoches x petralhas. E um Brasil inteiro, com a ajuda da mídia, caiu nessa furada.

O que ocorreu em 1964 foi mais uma ação manipuladora das pessoas que se diziam cidadãos de bem, em defesa da propriedade privada e da tradição familiar, ditos patriotas. Havia, como ainda há hoje, pessoas que defendem o comunismo (que não deu certo em lugar nenhum do mundo para não falar em desastre), outras defendem o socialismo que na sua essência é praticado pela maioria dos partidos de direita, pois o S de social aponta para a defesa de políticas voltadas para a massa de pobres e desfavorecidos. O que existe hoje é o keynesianismo que defende o pleno emprego e o controle da inflação dentro de um modelo democrata-capitalista.

Há uma outra briga na web sobre se o nazismo era de direita ou esquerda. Mas uma coisa é básica em toda a história do nazismo: eles combatiam o marxismo e quem combate o marxismo é de direita, pois marxismo é coisa de comunista e comunista é de esquerda. Quer mais confusão: Marx nunca foi comunista.

A confusão está tão grande que se eu morasse em Portugal eu seria um cara de direita em virtude do modelo que eu defendo de justiça social, mas como eu moro no Brasil, essa mesma justiça social, me transforma em um comunista ou mortadela.

O brasileiro é tão ruim de história que aplaudiu o torturador da Ditadura – o Brilhante Ustra, sem saber que apologia a tortura é um crime internacional.

O desconhecimento é tanto que na greve dos caminhoneiros quem foi contra era comunista e quem era a favor era patriota. Mas comunistas também são patriotas. Olha a confusão!

Para meu espanto o deputado Bolsonaro, de extrema direita, declarou ser contra uma intervenção militar, coisa que antes ele defendia. Bolsonaro mudou de opinião e virou comunista por isso? Não. Nunca. Então por que ele mudou de ideia? Imaginem vocês: será que uma intervenção militar feita por generais tomaria o poder na marra e entregaria o comando do país a um capitão do exército, reformado? Isso é apenas uma suavização de discurso com foco na eleição.

Porém, o pesadelo que tortura Bolsonaro, Ciro Gomes, é taxado de desequilibrado e falastrão quando na realidade Ciro tem idéias sociais que a direita chama de comunismo. Na realidade é Bolsonaro que é falastrão e destemperado, inclusive com mulheres jornalistas.

Mas a luta contra o comunismo e a caça aos comunistas, uma coisa que não existe, continua, assim como também a caça aos vampiros, lobisomens, mulas-sem-cabeça e outros seres sobrenaturais que só servem para te fazer medo, como a lenda urbana da loira do banheiro, por exemplo. É hora de procurar ler livros de HISTÓRIA COM H para que você não seja vítima da revolução do gado cultural.

Como diria Zé Ramalho: “O povo foge da ignorância, apesar de viver tão perto dela. Vida de gado. Povo marcado, povo feliz!”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.