Seguros: Tribunal Europeu determina que regras de seguros para homens são discriminatórias

Você com certeza alguma vez já se questionou o por quê de haver diferenças tão grandes dos valores de seguros de motocicletas entre homens e mulheres? Essa diferença é facilmente explicada pelas seguradoras devido às regras que utilizam para calcular o risco a  que cada condutor estará submetido e, neste caso especifico, foi agora analisado pelo Tribunal de Justiça Europeu.

Após uma acção iniciada por um grupo belga de defesa do consumidor, o tribunal europeu decidiu que as regras são “discriminatórias” para os condutores masculinos, pois estes são obrigados a pagar valores de seguro muito mais elevados devido ao simples fato de serem homens!

“Levar em conta o gênero de um indivíduo segurado como um fator de risco nos contratos de seguro constitui discriminação”, afirma o Tribunal de Justiça Europeu, a maior instância em termos de leis na União Europeia. Assim sendo, a partir de 21 de Dezembro de 2012, os seguros vão passar a ter custos iguais quer o condutor seja homem ou seja mulher, sempre que estes estejam em condições semelhantes como na sua idade, tempo de carta ou outros itens específicos utilizados para esse cálculo.

Uma das primeiras reações a esta decisão do tribunal veio da parte da Associação de Seguradoras Britânicas que, numa previsão especifica para o Reino Unido, acredita que as taxas para as mulheres aumentem entre 25 e 30%, enquanto as taxas para os homens vão descer perto de 10%. Ou seja: em vez de baixar a dos homens para igualar eles aumentaram a das mulheres.

Tanto lá, como cá, em matéria de seguros, a coisa é igual.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.